Nós, mulheres despertas, temos a facilidade em nos despir fisicamente na frente umas das outras – tirar nossas roupas e ficarmos nuas… Mas poucas de nós temos a coragem de nos despir emocionalmente.

Talvez porque nós mesmas somos as predadoras da nossa psiquê, passando as informações desarmônicas de geração para geração.

Talvez porque temos vergonha de nossos cascalhos negros da alma, os segredos que guardamos a sete chaves e que nos matam, pouco a pouco.

Talvez porque tenhamos medo de ver umas nas outras nossas maiores sombras..

Talvez porque o inconsciente coletivo nos leva a crer na falsa segurança da armadura egóica.

Não é atoa que o Círculo de Mulheres é um lodo emocional! Porém, sempre se lembrem que é da lama que nasce a lótus!

Que sejamos capazes de nos olharmos nos olhos e sermos verdadeiras e respeitosas com nós mesmas e com nossas irmãs de caminhada. Porque se continuarmos a temer umas as outras, estaremos temendo nosso feminino profundo e continuaremos a alimentar a guerra que existe entre o feminino e o masculino.

Que esta vulnerabilidade seja consciente em prol da harmonia e equilíbrio do UNIverso.

Seja a harmonia que deseja!

Por Camila Alves

Foto: Ana Clery de Padua no Festival Todas as Sereias do Brasil (2019) do Despertar Feminino na Casa Ecológica em Itamambuca, Ubatuba – SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *