Um Encontro com a Sombra-Mãe

“Ela retira seu coração do mais alto dos céus e o coloca no mais profundo da terra, abandonou o céu, abandonou a terra – ao mundo inferior ela desceu.” (Trecho do livro: Caminho para iniciação feminina) No nosso vídeo da tarefa 1 de Vasalisa, “a morte da mãe boa demais” cito uma passagem do mitologia de Inanna.   “Durante a trajetória humana as mulheres atuaram e atuam em diferentes papéis

A Intuição na visão junguiana e no conto de Vasalisa

A Intuição é um fenômeno que nos acontece, é um acontecimento vinculado aos nossos padrões de abordagem da realidade. Ela é um fato da psique humana e pronto, isso mesmo, só é! Por isso começamos a Jornada de Vasalisa com um vídeo te chamando a perceber a Intuição! A Intuição não espera por você, ela sempre está ali, e é você que a deve perceber. Se estiver distraída ou mergulhada

Buscando minha essência

Quando foi a última vez que me permiti estar na natureza de corpo e alma? Quando foi que fiz uma coisa que me deixou suspirando de alegria, extasiada de prazer – seja este prazer algo simples como tomar um sorvete? Quando tirei meus sapatos e deixei meus pés em contato com a terra (ou a areia da praia)? Quando olhei pro céu, e conversei com as nuvens ou com as

O Quartzo Faden e as Iniciações

Quantas de nós passamos por momentos em que nos sentimos fragmentadas, quebradas… Em que nos resta apenas a fé (se se resta). Momentos em que nos encontramos encurraladas por nós mesmas e nossos próprios paradigmas, contratos, limitações, medos, angústias (sendo predadoras da nossa própria psique). Momentos em que nos damos conta de que nos permitimos sermos invadidas por situações, pessoas, sentimentos, pensamentos que nos sugam e nos destroem pouco a

De onde a criatividade vem? – Alcathea

“A criatividade é um mutante.” Para se tornar o que é inalcançável em algo palpável é preciso se entregar ao instante e seguinte a outro e assim outro. “Tudo que pertence a vida criativa provêm da Mulher Selvagem, de Río Abajo Río, do rio abaixo do rio, que não pára de correr para dentro da nossa vida.” “Trata-se de amor por algo, de sentir tanto amor por algo — seja

Cascalhos Negros da Alma – O Clã das Cicatrizes

“As lágrimas são um rio que nos leva a algum lugar. Há oceanos de lágrimas que as mulheres nunca choraram por terem sido ensinadas a levar para o túmulo os segredos dos pais e das mães, dos homens, da sociedade, bem como os seus próprios. Na realidade, porém, para o bem da alma selvagem da mulher, é melhor chorar. Para as mulheres, as lágrimas são um princípio de iniciação para