De onde a criatividade vem? – Alcathea

“A criatividade é um mutante.” Para se tornar o que é inalcançável em algo palpável é preciso se entregar ao instante e seguinte a outro e assim outro. “Tudo que pertence a vida criativa provêm da Mulher Selvagem, de Río Abajo Río, do rio abaixo do rio, que não pára de correr para dentro da nossa vida.” “Trata-se de amor por algo, de sentir tanto amor por algo — seja

Cascalhos Negros da Alma – O Clã das Cicatrizes

“As lágrimas são um rio que nos leva a algum lugar. Há oceanos de lágrimas que as mulheres nunca choraram por terem sido ensinadas a levar para o túmulo os segredos dos pais e das mães, dos homens, da sociedade, bem como os seus próprios. Na realidade, porém, para o bem da alma selvagem da mulher, é melhor chorar. Para as mulheres, as lágrimas são um princípio de iniciação para

A importância de acolher a sua história – Devaneios da Deusa

“La Loba conhece o passado pessoal e o passado remoto pois ela vem sobrevivendo pelas gerações afora e é mais velha do que o tempo. Ela é a memória arquivada das intenções femininas.” Quando você acessa a sua história pessoal você permite que todas as informações arquivadas de suas conquistas e seus poderes sejam revelados. (…) a mulher está perdendo sua energia para criar, quer sejam soluções para amenizar questões

Cuide de suas Sementes sob as asas de Ísis – Devaneios da Deusa

A mulher aprendeu com o processo da gestação a ter paciência de aguardar durante todo o processo da gravidez até que, naturalmente, cheque o momento do nascimento. Os homens já não possuem, naturalmente, esta característica, pois diante de um problema empunham uma faca (espada, qualquer arma), montam seu cavalo (bicicleta, carro) e partem para conquistar aquilo que acha que deve. A mulher, aguarda com amor, espera que algo de seu interior lhe oriente

Devaneios da Deusa – Perguntando a Baba Yaga

“Há uma quantidade determinada de coisas que deveríamos saber em cada idade e cada estágio das nossas vidas”.* – Posso lhe fazer mais perguntas, vovó Baba Yaga? – Pergunte, mas lembre-se, saber demais envelhece as pessoas antes do tempo. Ah, Yaga! Como não querer saber, como não ter sede pelo conhecimento e desvelar os mistérios? – Não é preciso forçar nada, a compreensão virá no tempo certo. Há o tempo

A Mulher Selvagem e a derrota do predador natural da psique

Uma mulher pode tentar se esconder para não ver as devastações da sua vida, mas o sangramento, a perda da energia da vida, continuará até que ela reconheça a real natureza do predador a que se entregou e o domine. Essa incapacidade de ver, de compreender, de perceber que nossos desejos interiores não são concomitantes com nossos atos exteriores — é esse o rastro deixado de um fator presente na psique