Um Encontro com a Sombra-Mãe

“Ela retira seu coração do mais alto dos céus e o coloca no mais profundo da terra, abandonou o céu, abandonou a terra – ao mundo inferior ela desceu.” (Trecho do livro: Caminho para iniciação feminina) No nosso vídeo da tarefa 1 de Vasalisa, “a morte da mãe boa demais” cito uma passagem do mitologia de Inanna.   “Durante a trajetória humana as mulheres atuaram e atuam em diferentes papéis

Arquivos A Tocaia Ao Intruso: O Princípio Da Iniciação

Tamaris FontanellaIdealizadora do Instituto Despertar Feminino®, da Theaterapia® (Terapia da Mulher), da Theadança®, da Theafotografia®, do Theaxamanismo®, da Thea Spirit Dolls, da rede Moon Blessing e a rede Saberes de Thea. Guardiã do Círculo de Mulheres Alcathea que mergulha nos conteúdos do Mulheres que Correm com os Lobos. Ela também é canalizadora do Gooddesses Reiki, das Essências Vibracionais do Despertar Feminino e dos Florais do Despertar Feminino. Escritora com mais de 20 livros publicados.  Mestranda

Tira a Rodinha

Mulher, que em seus instintos se entregou à liberdade, abençoada seja! Mas será que ao pegar sua bike, colocar sua mochila e sair pedalando pela vida, você se libertou de verdade? Dá uma olhada nessa bike…  você tem certeza que está tudo certo com ela? Ou será que ela ainda tem rodinhas? Quando você decidiu ser uma mulher liberta, livre dos estigmas sociais, dos conceitos patriarcais, seus valores pessoais te

Bibliografia de Apoio

Queridas Lobas A linguagem simbólica e poética utilizada pela Clarissa Pinkola Estés no livro “Mulheres que correm com os Lobos” pode ser um tanto confusa em uma primeira leitura. Mas cada vez que mergulhamos novamente em seus capítulos, retornamos com uma nova compreensão ou novos insights. Uma bibliografia de apoio pode ajudar no entendimento de vários aspectos apresentados no livro, lançando luz sobre pontos aparentemente obscuros e expandindo conhecimentos. A

Retorno ao Lar

É só quando a maturidade chega que reconhecemos a verdadeira dimensão do que vivemos e do que queremos viver daqui por diante. Mesmo munidas de um Manto de Cicatrizes, marcas de tantas batalhas que travamos na jornada da vida, esse é o momento em nossas vidas onde nos encaminhamos para encontrar um ponto emocional onde estamos dispostas a valorizar e considerar os nossos erros – assim como a valorizar aquilo