Um Encontro com a Sombra-Mãe

“Ela retira seu coração do mais alto dos céus e o coloca no mais profundo da terra, abandonou o céu, abandonou a terra – ao mundo inferior ela desceu.” (Trecho do livro: Caminho para iniciação feminina) No nosso vídeo da tarefa 1 de Vasalisa, “a morte da mãe boa demais” cito uma passagem do mitologia de Inanna.   “Durante a trajetória humana as mulheres atuaram e atuam em diferentes papéis

De onde a criatividade vem? – Alcathea

“A criatividade é um mutante.” Para se tornar o que é inalcançável em algo palpável é preciso se entregar ao instante e seguinte a outro e assim outro. “Tudo que pertence a vida criativa provêm da Mulher Selvagem, de Río Abajo Río, do rio abaixo do rio, que não pára de correr para dentro da nossa vida.” “Trata-se de amor por algo, de sentir tanto amor por algo — seja

A importância de acolher a sua história – Devaneios da Deusa

“La Loba conhece o passado pessoal e o passado remoto pois ela vem sobrevivendo pelas gerações afora e é mais velha do que o tempo. Ela é a memória arquivada das intenções femininas.” Quando você acessa a sua história pessoal você permite que todas as informações arquivadas de suas conquistas e seus poderes sejam revelados. (…) a mulher está perdendo sua energia para criar, quer sejam soluções para amenizar questões

Cuide de suas Sementes sob as asas de Ísis – Devaneios da Deusa

A mulher aprendeu com o processo da gestação a ter paciência de aguardar durante todo o processo da gravidez até que, naturalmente, cheque o momento do nascimento. Os homens já não possuem, naturalmente, esta característica, pois diante de um problema empunham uma faca (espada, qualquer arma), montam seu cavalo (bicicleta, carro) e partem para conquistar aquilo que acha que deve. A mulher, aguarda com amor, espera que algo de seu interior lhe oriente

Devaneios da Deusa – Perguntando a Baba Yaga

“Há uma quantidade determinada de coisas que deveríamos saber em cada idade e cada estágio das nossas vidas”.* – Posso lhe fazer mais perguntas, vovó Baba Yaga? – Pergunte, mas lembre-se, saber demais envelhece as pessoas antes do tempo. Ah, Yaga! Como não querer saber, como não ter sede pelo conhecimento e desvelar os mistérios? – Não é preciso forçar nada, a compreensão virá no tempo certo. Há o tempo