A Medicina da Mulher Esqueleto

No livro “Mulheres que correm com os Lobos”, Clarissa Pinkola Estés conta a história da Mulher Esqueleto, para falar dos mistérios da vida, morte e renascimento. A Mulher Esqueleto, assim como nós, em algum momento de nossas vidas, teve a existência retalhada até os ossos. Mas sabemos que isso não é o fim…Os ossos resistem, são praticamente indestrutíveis…É difícil queimá-los…Atravessam milênios para nos contar sua história…E assim como no conto

A Mulher Esqueleto: a Morte na casa do Amor

Nós, ocidentais, herdeiros da tradição greco-romana, temos extrema dificuldade em lidar com a morte. A morte é o fim, o feio, o vício, o desespero. Entre os gregos, só havia a bela morte para os guerreiros que morriam lutando. Mas eis que a Mulher Esqueleto cruza o meu caminho e me ensina sobre a natureza da vida-morte-vida de tudo o que existe, das mortes necessárias e dos (re)nascimentos surpreendentes, um